Site responsive! Pode ser visualizado em qualquer dispositivo movel.  OdontoConsullteOdontologia



×

Dentística (Odontologia Estética) Dra. Marcelle da Silva Silveira (CRO-RJ 29368)

No Brasil, a Odontologia Estética ainda não é uma especialidade aceita pelo Conselho Federal de Odontologia,e sim um segmento das especialidades de Dentística e de Prótese.Porém, devido a grande divulgação na mídia de sorrisos cada vez mais brancos e brilhantes, hoje sem dúvida podemos dizer que a estética dental é um dos principais motivos de procura dos consultórios dentários.

Vamos aqui abordar alguns dos principais tipos de tratamentos estéticos realizados pela equipe da Odonto Consullte:
 
1. Clareamento dental:
 
O Clareamento dental pode ser realizado em dentes vitais (que não sofreram tratamento de canal) e não vitais (nos quais foram tratados os canais).
 
1.1) Clareamento dental (de dentes vitais):
 
É o tratamento que vem sendo divulgado amplamente na mídia e o responsável pelo sorriso branco e brilhante de vários artistas e celebridades.
Existem basicamente dois tipos de clareamento de dentes vitais: o clareamento com moldeiras (caseiro) e o clareamento em consultório. O resultado final das duas técnicas citadas é normalmente o mesmo, ficando a diferença por conta do tempo de execução e o custo dos procedimentos. No clareamento em geral, nem o paciente poderá escolher a cor final de seus dentes nem o dentista poderá garantir que estes atingirão a cor que o paciente gostaria: não há como garantir precisamente a cor final do clareamento em nenhuma das duas técnicas.

          - Clareamento com moldeiras (ou caseiro):

          Neste tipo de clareamento, o paciente deverá utilizar durante a noite as moldeiras de acetato (confeccionadas previamente de acordo com suas arcadas) nas quais será inserido o gel de clareamento.
          O tempo médio de uso é de 6 horas num período de 6/7 dias em cada arcada. Normalmente é uma técnica indolor, porém nos casos de sensibilidade, o paciente é reavaliado e uma nova programação para o uso da moldeira é adotada. Esta técnica é indicada para pacientes que não tem necessidade estética imediata e se adaptam ao uso de moldeiras noturnas.

          - Clareamento em consultório:

          Nesta técnica, normalmente é necessária apenas uma consulta de aproximadamente 90 minutos para que seja realizado o clareamento dos dentes superiores e inferiores. Em alguns casos se faz necessária mais uma consulta de 30/45 minutos para retoques em alguns dentes mais escurecidos. Apesar de ser uma técnica indolor, alguns pacientes poderão apresentar sensibilidade no pós-operatório imediato que será prontamente avaliada e solucionada pela equipe de atendimento. Esta técnica é indicada para pacientes gostariam de ver seus dentes brancos e brilhantes, em curto espaço de tempo ou não se adaptam ao uso noturno das moldeiras de acetato.
 
1.2) Clareamento em dentes não-vitais:
 
Este tipo de clareamento é realizado em dentes já tratados endodônticamente e que apresentam escurecimento na estrutura coronária. Esta técnica difere da técnica anterior por ser também necessário o clareamento interno da coroa dentária.
A avaliação criteriosa se faz necessária para a indicação desta técnica.Nesta avaliação é necessário se levar em consideração o tempo que o dente se encontra escurecido, o grau de escurecimento e a quantidade de tecido dentário remanescente.
 
2. Restaurações de Resinas Compostas (anteriores e posteriores):
 
Inicialmente, as resinas compostas eram realizadas somente em dentes anteriores, sendo utilizados nos dentes posteriores, as restaurações metálicas (amálgamas e blocos metálicos). Devido a grande procura por dentes cada vez mais naturais e o aprimoramento dos materiais estéticos posteriores, hoje já utilizamos amplamente as resinas compostas também em dentes posteriores. É importante salientar que ,assim como todos os outros materiais,as resinas também possuem pós e contras à sua utilização e somente através de um exame minucioso realizado pelo dentista, se poderá indicar o melhor material para cada paciente.
As resinas compostas anteriores são usadas tanto para restaurar pequenas áreas destruídas por cárie ou trauma, como grande parte do dente (facetas). Estas restaurações são consideradas “conservadoras” por manterem o máximo de estrutura sadia, sem necessitar de desgastes dentários para retenção das mesmas. A indústria de materiais odontológicos vem investindo no desenvolvimento desses materiais e hoje já possuímos no mercado, resinas de excelente qualidade tanto no aspecto estético como funcional.
Assim como as resinas anteriores, as resinas para dentes posteriores também vêem merecendo enorme atenção da indústria. Atualmente já podemos contar com materiais estéticos posteriores que reproduzem a naturalidade dos dentes hígidos, sem necessitar dos desgastes outrora utilizados para realizar as retenções adicionais.
 
3. Facetas ou laminados:

São restaurações que revestem a face externa dos dentes anteriores e são freqüentemente utilizados nos casos de:
- alterações de forma;
- alterações de textura;
- alterações de cor;
- alterações de posicionamento;
- fratura parcial da coroa;
- cáries extensas.
 
O preparo do dente para receber as facetas é considerado conservador por ser necessário apenas um pequeno desgaste (0,4 a 1,0 mm) para a inserção da mesma.
As facetas poderão ser confeccionadas pelo dentista com resina composta em uma única consulta (facetas diretas) ou preparadas e moldadas para serem confeccionadas em laboratórios de prótese (facetas indiretas)e posteriormente cimentadas aos dentes com cimentos adesivos. A diferença entre os tipos de facetas fica por conta do aspecto final(brilho e textura) e longevidade do trabalho. As facetas que mais se assemelham ao aspecto do dente são as facetas de porcelana ou cerâmica.
 
4. Blocos estéticos:
 
Assim como os dentes anteriores, os dentes posteriores que sofreram cáries mais invasivas ou fraturas, também podem ser restaurados com materiais estéticos. Atualmente já podemos confeccionar blocos (que anteriormente só poderiam ser feitos em metal) em cerômeros e porcelanas, reproduzindo a escultura e a cor do dente. Normalmente, são necessárias apenas duas consultas para a confecção deste tipo de prótese unitária: a primeira para o preparo, moldagem e confecção de bloco provisório e a segunda para a cimentação e ajustes necessários.
 
Para maiores informações entre em contato conosco para que possamos avaliar seu caso e indicar o melhor tratamento!




Fonte: Odonto Consullte


Resp. Técnica:

Dra. Ma de Fátima Schoichet
CRO-RJ: 13701
EPAO-RJ 2420
Resp. Técnico:

Dr. José Jorge Schoichet
CRO-RJ: 13612
EPAO-RJ 2477
Site responsive! Pode ser visualizado em qualquer dispositivo movel.  OdontoConsullteOdontologia
  • sac@odontoconsullte.com.br